quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Cenas de um elevador

Foto: Xaulin e Kasa9.

Esta semana aconteceu-me um episódio insólito e caricato.

Ao estar sozinho a utilizar um elevador e no momento de sair no piso que queria, fui abalroado por um grupo de senhoras que invadiram literalmente o espaço e me empurraram novamente para o interior do mesmo, sem que me tivessem deixado sair. Ao estar encostado no canto rodeado por um grupo de mulheres, eis que uma delas olha para mim e pergunta:

Senhora: "O que quer?"
Eu: "Se pudesse, gostava de sair... este é o piso onde saio... "

Serpenteando por entre as senhoras que já ocupavam todo aquele metro quadrado para poder sair dali, eis que oiço a boca: "Sabe, por uma questão de respeito, primeiro são as senhoras!"...

Pois. Ainda pensei em responder àquela atrasada mental que isso acontece salvo raras excepções, como por exemplo, ao subir umas escadas (ver livro da Paula Bobone, 3ª edição, pág. 26) em que aí, o homem deve ir primeiro ou então como naquele preciso exemplo, em que primeiro têm de sair as pessoas que estão dentro do elevador e só aí é que as que estão fora podem entrar.

Mas provavelmente além de perder o meu tempo, iria perder a paciência com aquela besta quadrada...

Um grande bem-haja e resto de boa semana!

Hasta!

3 comentários:

Xaulin disse...

Ora aqui está um tema muito interessante. Vai dar jeito este post para um dia mais tarde vires recordar... ai ai isto há destinos!

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Amigo, quando comecei a ler a tua crónica assustei-me e porquê? ...

... porque quando referes, que as ditas senhoras te empurraram e abalroaram, pensei logo o pior... mais um violado por um determinado número de senhoras sem respeito nenhum por um ser humano AHAHAH :)

SANTA PACIÊNCIA, NÃO É MY FRIEND?

Abraço

PS - Já pensaste seguir a vida de reporter? A descrição está exemplar.

Carlos Rangel disse...

Xaulin: Mas tu ainda frequentas este espaço? :) Não deves ter mesmo mais nada que fazer :)

Jota Ene: Ahahahahaha Uma delas acho que era capaz de fazer cair o elevador! Por isso, ainda bem que não aconteceu nada! :) Abraços! P.S - Olha aí está algo que gostava de fazer! Durante muito tempo quis ser repórter de guerra. Mas faltou-me os "tintins" no sítio para mudar de vida e ir em frente com isso! :)