quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Meu ginásio - Episódio nº...


.... de facto, já perdi a conta das estórias que acontecem no meu ginásio. Esta passou-se hoje. Não tem nada de especial. Podia ter acontecido em qualquer ginásio, em qualquer sítio. Mas não. Foi no meu ginásio. E acho que dava um interessante estudo sociológico. Aqui vai:

Ao entregar o meu cartão na entrada para me registar e para me darem uma enorme toalha de bidé, é me dito pelo funcionário que passaria a ter mais um cartão (como se a minha carteira já não tivesse suficientemente atulhada com porcarias...). A partir de agora, terei de entregar o cartão na entrada, eles ficam com ele, e por troca dão me a dita toalha. Se quiser o cartão de volta, terei de entregar a toalha novamente. Achei muito bem à ideia, porque infelizmente, juntamente com as pessoas que lá andam, também estão lá uns porcos que sujam tudo e deixam as respectivas toalhas (já usadas) em tudo quanto é sítio, deixando os balneários imundos e caóticos, com toalhas usadas em tudo quanto é lado.

Dei os meus parabéns ao recepcionista, dando o meu agrado perante tal situação que se verificava diariamente. Desta maneira as pessoas iriam sentir-se obrigadas a depositar a respectiva toalha no local próprio (Isto só funciona com obrigações e imposições. De resto, o pessoal não vai lá...)

Eis quando ele se ri, agradece o comentário e responde-me: "Pois, sabe... não é bem por isso. É que estão constantemente a desaparecer toalhas, pois as pessoas roubam-nas."

As pessoas roubam toalhas de bidé do ginásio!!!!! Como é possível! Será que não tem toalhas em casa? Ainda para mais daquele mini-tamanho? Aquilo, meus amigos, são pessoas que chegam em altos carrões e andam sempre muito bem vestidos! Será que é assim que arranjam dinheiro? Será que andam no mercado negro a vender as toalhas do ginásio e assim fazem fortunas? É simplesmente inacreditável! Devem ser o mesmo tipo de pessoas que quando saem de um hotel, só não trazem as portas e o colchão porque não conseguem, porque de resto vai tudo: sabonetes, shampôs, toucas... Enfim. São os tempos de crise. Ou isso ou então o país em que vivemos.

Hasta!!

Foto: Índia, Agosto 2006

4 comentários:

Thunderlady disse...

Que giro... escrevi sobre algo semelhante. Estava relacionado com educação e vai ter mais ou m enos ao mesmo ponto que o teu.

Isto não é nem a crise nem o país em que vivemos mas sim são as pessoas que vivem neste país. Então a culpa de roubar toalhas do ginásio é do país ou das pessoas?

banana disse...

que ginásio é o teu, hem? pagas 5 € por mês? mas os sócios vão de carrões? toalhas de bidés? morrem pessoas nos balneários? estão sempre sujos? esse teu ginásio começa a despertar em mim uma curiosidade morbida.... e ainda maior das razôes que te prendem a ele :)

Sílvia disse...

Hoje em dia já acredito em tudo =/

bjo***

Spirit disse...

Eheheheheh! Nesse teu ginásio acontece de tudo! Deve ser uma verdadeira aventura lá ir :)